O que fazer na Serra da Canastra

5 minutos para ler

O que fazer na Serra da Canastra? Muitos aventureiros se perguntam logo que escutam falar do local — considerado, por muitos, como um dos mais famosos para quem busca emoção e um contato mais próximo com a natureza.

A princípio, devemos dizer que a área é um verdadeiro parque de diversões para quem gosta de trilhas, cachoeiras, belas paisagens e roteiros off road. Entretanto, para conseguir aproveitar cada uma dessas atividades, é preciso planejamento e um pouco de cautela, uma vez que a região é enorme e conta com vida selvagem preservada.

Abaixo, falaremos mais sobre a Serra da Canastra e como você pode ter uma das melhores memórias da sua vida. Pronto para saber mais sobre a região? Continue a leitura até o fim!

Onde a Serra da Canastra está localizada?

Canastra quer dizer baú ou caixa, daí o nome de Serra da Canastra, que tem o formato de um baú. É uma região com mais de 200 mil hectares abrangendo diversas cidades como Delfinópolis, São Roque de Minas e São João Batista do Glória.

Já o Parque Nacional da Serra da Canastra está localizado no município de São Roque de Minas, no estado de Minas Gerais. Fundado em 1972, conta com quase 2 mil quilômetros quadrados de extensão, sendo uns dos locais mais impressionantes do Brasil.

Lá, existem cachoeiras — destaque para a Casca d’Anta, a mais alta —, trilhas e uma enorme área com planícies e terreno irregular.

Para quem se preocupa com a distância ou não consegue se localizar, a Serra da Canastra está a mais ou menos 4 horas de carro de Belo Horizonte e de Ribeirão Preto. De abril a outubro, são os meses mais indicados para visitação, uma vez que esse é o período com menos chuvas.

Onde se hospedar?

Existem várias formas de chegar à Serra, uma das mais indicadas costuma ser pelo município de São Roque de Minas. Lá, existe uma grande quantidade de pousadas, mesmo que de menor porte e com ar bem mais rústico do que nas tradicionais cidades do estado.

Delfinópolis e São João Batista do Glória também contam com excedentes opções de hospedagem para todos os estilos. Desde campings até pousadas mais completas para toda a família.

Já com relação a restaurantes, a região não tem uma grande infraestrutura. A realidade é em grande parte rural — e esse é um dos charmes e pontos inesquecíveis da viagem. Não espere por alta gastronomia, mas sim por uma deliciosa comida típica mineira servida no fogão a lenha.

É melhor se hospedar ou fazer um “bate e volta”?

Se você busca uma viagem curta que pode ser completada no mesmo dia, a Serra da Canastra pode não ser a melhor opção, a não ser que você more perto de Passos ou até mesmo mais próximo de alguns dos municípios ao redor de São Roque de Minas.

Por ser uma viagem de pelo menos 4 horas de duração (para quem parte de BH), ir e voltar pode ser bem desgastante. A saída é o revezamento no volante, mas contratempos como engarrafamentos podem prejudicar bastante a experiência.

Sendo assim, o cenário ideal é aquele em que você consegue se hospedar e passar pelo menos 2 dias no local. Dessa forma, é possível descansar e recuperar as energias para ter atenção total ao volante. Entretanto, o “bate e volta” é possível para aqueles que são mais aventureiros e estão acostumados com esse tipo de atividade.

O que fazer lá?

 A região possui algumas das mais deslumbrantes e desconhecidas paisagens do Brasil. Durante muito tempo, esteve isolada por precárias estradas de terra e só há poucos anos entrou nos roteiros de viagem como lugar privilegiado para a prática de esportes radicais, vivência ambiental e turismo ecológico.

Existe uma infinidade de atividades que podem ser feitas, sendo as mais comuns as trilhas, conforme já mencionamos. As trilhas podem ser feitas tanto a pé quanto a bordo de veículos com tração 4×4. Os roteiros variam e têm diferentes pontos de interesse.

Para os amantes do off road, são inúmeras as possibilidades de trilhas de todos os graus de dificuldade: do básico ao avançado.

Em qualquer trajeto ou trilha, é imprescindível contar com guias locais. Explorar de forma independente uma região é extremamente arriscado e definitivamente não é recomendada.

Uma viagem com a natureza e com a vida mais pacata do interior. Um roteiro para os amantes da natureza que buscam o visual e o conforto a bordo de seu 4×4 e que agrada todos os perfis de aventureiros, pois a região é repleta de atrações para quem gosta de por o pé na estrada e de aventura.

Seguindo essas dicas, temos certeza que você agora sabe o que fazer na Serra da Canastra e aproveitar seus momentos de lazer com muita proximidade com a natureza e grandes aventuras.

Gostou? Veja nosso post sobre o que levar na mochila de viagem!

Confira também nossas aventuras em nosso canal no YouTube.

Até mais!

Você também pode gostar

2 thoughts on “O que fazer na Serra da Canastra

Deixe um comentário

-