Conheça Aiuruoca: um paraíso na Serra da Mantiqueira

6 minutos para ler

Escolher um destino que envolva ao mesmo tempo lazer, aventura e uma atmosfera mística é um desafio, certo? Talvez se você ainda não conhece Aiuruoca — uma localização estratégica e surpreendente entre as várias belas cidades na Serra da Mantiqueira.

No coração da Serra, a uma altitude de 1.000 metros, Aiuruoca preserva-se com uma aura simples, mas com paisagens exuberantes que, como se não bastasse, ainda contam com a possibilidade de vários desafios para todo tipo de aventureiro, inclusive aqueles interessados com trilhas 4×4.

Ainda não sabe o que fazer para curtir o seu próximo momento de lazer? Acompanhe-nos nesta viagem e conheça intimamente esse paraíso perdido.

Conheça a cidade

O nome tão sonoro e marcante vem das raízes da própria História do Brasil. Traduzido do tupi, Aiuruoca significa “toca do papagaio”, justamente por abrigar em seu ponto mais alto o famoso Pico do Papagaio, que por sua vez recebeu esse nome devido à aglomeração da espécie do papagaio de peito roxo que se aninhava em volta do pico.

A cidade preserva as características de um pequeno e charmoso município. Conta com 6 mil habitantes. Mas a calmaria não esconde a valentia. Ao redor de sua topografia, há mais de 85 cachoeiras, onde se pratica a criação de trutas em ambiente bastante propício: águas quase intocadas e geladas. Quem vê a paz inerente de Aiuruoca dificilmente pode imaginar seus segredos mais aventureiros. Fique conosco e descubra.

Como chegar

Mas, antes, como chegar! Aiuruoca se localiza no sul de Minas Gerais, em um local estratégico para a maioria dos visitantes do sudeste. Apesar do berço mineiro, a capital mais próxima é o Rio de Janeiro a 320 km, São Paulo a 370, com Belo Horizonte ficando a 423 km de distância. Vindos da capital paulista, dois caminhos são possíveis tanto pela BR-116 quanto pela BR-381. Pelo RJ, o caminho começa pela Rodovia Presidente Dutra.

O acesso vindo de Belo Horizonte tem um tempo estimado de cinco horas e meia com o melhor trajeto, considerando o trânsito, pela BR-383. Para aqueles que vão de carro, importante já colocar na conta e se preparar para os pedágios.

O que fazer

Aiuruoca é uma cidade com atmosfera inigualável e aconchegante. O típico lugar onde se pode respirar ar verdadeiramente puro e prestar atenção às belas paisagens ao seu redor.

E não se esqueça: estamos em Minas, terra do aconchego, da hospitalidade, mas também da exuberância histórica. Ao mesmo tempo em que o turismo de aventura tem o seu lugar, a demarcação de nossas origens está onde a vista consegue acompanhar. E se estamos falando da terra das minas, falaremos também de comida boa.

Igreja Matriz

A construção sacra marca o ano de 1717. A igreja matriz de Aiuruoca foi feita em homenagem a Nossa Senhora da Conceição e certamente esteve presente na maior parte do desenvolvimento da cidadezinha mineira. Foi reformada várias vezes durante os séculos, mas mantém a arquitetura original.

Powered by Rock Convert

Casarão do Matutu

Um patrimônio histórico e cultural de Aiuruoca que deixa bem claro a importância de conservar a história. Secular, a casa é sede da Associação de Moradores e Amigos do Matutu e, além de representar a história viva, funciona como museu.

No Casarão de Matutu, é possível encontrar artesanato local, além de ser o ponto final para os trilheiros estacionarem o 4×4 e irem A pé para os próximos pontos turísticos.

Mercadinho do Vale

É um pecado sair de Minas sem provar as delícias que essa terra tem para oferecer. Queijo, goiabada, doce de leite, tropeiro, pão de queijo: a lista parece não ter fim, principalmente se acompanhado do cafezinho do sul de Minas. Uma das opções para provar desses quitutes é passar no Mercadinho do Vale, na direção da Cachoeira do Fundo. No estabelecimento, é possível provar ainda o guaraná local e as cervejas artesanais também produzidas na região.

Curta uma aventura

Aiuruoca parece o sonho de qualquer aventureiro e trilheiro. Pacata e selvagem ao mesmo tempo, a pequena cidadezinha é valente em seus desafios e segredos. Para melhor exemplificar, falaremos mais sobre a mística do Vale do Matutu e sobre os caminhos off road a serem explorados neste importante sítio histórico e exuberante.

Vale do Matutu

A cidade de Aiuruoca é praticamente separada por dois vales: Garcias e do Matutu. O segundo tem uma característica mística inigualável. Lugar com várias opções de hospedagem e pousadas que abrigam várias comunidades esotéricas devido à atmosfera de natureza inebriante.

As opções a partir daí são intermináveis. Desde gente que escolhe descer as serras de rapel aos ecoturistas, passando por interessados em yoga e o clima zen do vale, Matutu abriga bem todo tipo de visitante.

Trilhas 4×4

Lembre-se, estamos no alto. E que melhor lugar pra testar os limites da sua aventura a bordo de um 4×4? A natureza de Aiuruoca concentra-se em altos relevos no coração da Serra da Mantiqueira, rodeados pela imensidão do Pico do Papagaio — principal cartão postal da região. Um lugar perfeito para um road trip genuinamente mineiro.

A ideia aqui é subir as serras até o ponto limite, com o resto sendo possível fazendo a pé, por quadriciclos ou mountain bike. Entre as várias opções de destino, existem alguns campings no caminho pra quem curte acampar, além das diversas cachoeiras como a do Macaco e a das Fadas. Prepare-se para os dias de sol que vão bem com a água gelada vinda dos vales.

Conheça a região

O sul de Minas é um dos lugares mais bonitos deste país, e visitar Aiuruoca é uma oportunidade para conhecer intimamente essa região. Os costumes mineiros, misturados com a miscelânea cultural devido à sua proximidade com outras capitais do sudeste, convocam os visitantes para cuidar do corpo e da mente. O interior do Brasil reserva muita receptividade, natureza intocada e comida boa para quem quiser desfrutar desses prazeres.

E aí? Ficou interessado em colocar o pé na estrada e encarar essa aventura? Para essas e outras dicas, não vá despreparado! Suba no seu 4×4 e assine nossa newsletter para mais informações. Boa viagem e até logo!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Fale com a gente! whatsapp